Revestimentos que imitam materiais nobres 

A arquitetura está, cada vez mais, aliada as novas tecnologias. Uma novidade, que vem ganhando espaço em mostras e feiras de construção, é o revestimento similar a um material nobre.  O produto se tornou queridinho dos arquitetos e também está agradando os clientes pelo custo benefício, durabilidade e diversidade de texturas e tamanhos.

Além de poderem ser produzidos em grandes escalas, estes tipos de revestimentos ajudam na sustentabilidade, já que poupam as matérias-primas originais extraídas para a confecção dos mesmos. Já existem porcelanatos com figuras tridimensionais, imitando couro, aço corten, madeira, azulejo português, mármores entre outros.

No Banheiro Contemporâneo, do FPR Studio, no Morar Mais Por Menos, foram usados porcelanatos imitando linho, na parte interna, e imitando mármore carrara, na parte externa, onde foram instaladas as cubas e torneiras. O material impressiona com tamanha similaridade ao original. Confira algumas imagens desses tipos de revestimentos:

 

Detalhe do revestimento de porcelanato essence gris da Roca imita tecido linho, vendido pela Mais Revestimentos

 

Cuba de quartzo da Caesarstone, padrão frosty carrina que imita mármore

 

Textura corrente da Ibratin, que imita aço corten, vendida pela Casablanca revestimentos

 

Detalhe do teto e das paredes com textura da Ibratin que imita cimento queimado, vendida pela Casablanca revestimentos

 

Piso porcelanato Carrara da Roca, que imita o mármore carrara, também vendido pela Mais revestimentos

 

Divisórias laminadas Inhotim, da Duratex, que imita os veios da madeira

 

Painel laminado Inhotim da Duratex, que imita os veios da madeira

Enviar comentário